Thursday, September 25, 2008

Silêncio

No culto de ontem à tarde, a nossa querida irmã Betânia pregou e eu nunca a tinha ouvido. Conheço-a mal, só de cumprimentar e de sentar perto dela na igreja. Mas gostei tanto de a ouvir. Muito doce e cheia do Espírito de Deus. Vou tentar resumir um pouco daquilo que ela falou.
Salmo 77
1CLAMEI a Deus com a minha voz, a Deus levantei a minha voz, e ele inclinou para mim os ouvidos.
2No dia da minha angústia busquei ao Senhor; a minha mão se estendeu de noite, e não cessava; a minha alma recusava ser consolada.
3Lembrava-me de Deus, e me perturbei; queixava-me, e o meu espírito desfalecia. (Selá.)
4Sustentaste os meus olhos acordados; estou tão perturbado que não posso falar.
5Considerava os dias da antiguidade, os anos dos tempos antigos.
6De noite chamei à lembrança o meu cântico; meditei em meu coração, e o meu espírito esquadrinhou.
7Rejeitará o Senhor para sempre e não tornará a ser favorável?
8Cessou para sempre a sua benignidade? Acabou-se já a promessa de geração em geração?
9Esqueceu-se Deus de ter misericórdia? Ou encerrou ele as suas misericórdias na sua ira? (Selá.)
10E eu disse: Isto é enfermidade minha; mas eu me lembrarei dos anos da destra do Altíssimo.
11Eu me lembrarei das obras do SENHOR; certamente que eu me lembrarei das tuas maravilhas da antiguidade.
12Meditarei também em todas as tuas obras, e falarei dos teus feitos.
13O teu caminho, ó Deus, está no santuário. Quem é Deus tão grande como o nosso Deus?
14Tu és o Deus que fazes maravilhas; tu fizeste notória a tua força entre os povos.
15Com o teu braço remiste o teu povo, os filhos de Jacó e de José. (Selá.)
16As águas te viram, ó Deus, as águas te viram, e tremeram; os abismos também se abalaram.
17As nuvens lançaram água, os céus deram um som; as tuas flechas correram duma para outra parte.
18A voz do teu trovão estava no céu; os relâmpagos iluminaram o mundo; a terra se abalou e tremeu.
19O teu caminho é no mar, e as tuas veredas nas águas grandes, e os teus passos não são conhecidos.
20Guiaste o teu povo, como a um rebanho, pela mão de Moisés e de Arão.
Asafe foi honesto com Deus. Ele já não tinha forças para estar com Deus. Olhava tanto para o seu problema que não tinha já forças para pedir nada a Deus. Isto também acontece muitas vezes connosco. Mas nós não somos honestos com Deus, não fazemos uma confissão sincera daquilo que estamos a sentir e a sofrer. Nós podemos ser honestos com Deus porque Ele conhece todas as coisas, sabe o que estamos a passar e nunca nos vai desamparar.
Nos versículos 7 a 9, Asafe faz várias perguntas sinceras a Deus e Deus quer que sejamos honestos com ele também.
Temos sido gratos por aquilo que Deus já nos deu? Será que a graça de Deus no basta?
Nos versículos 10 a 12, Asafe reflecte sobre o seu passado. Quando as coisas não correm bem, elas adquirem uma dimensão tão grande na nossa vida que nos esquecemos daquilo que Deus já fez.
É muito difícil estar no silêncio de Deus mas Deus diz para descansarmos a nossa alma n'Ele. Às vezes pensamos que, se chegarmos a Deus da forma como realmente estamos, Ele nos vai destruir e não vai ter misericórdia. Mas a misericórdia de Deus é grande e renova-se a cada manhã.
«Quem há entre vós que tema ao SENHOR e ouça a voz do seu servo? Quando andar em trevas, e não tiver luz nenhuma, confie no nome do SENHOR, e firme-se sobre o seu Deus.» Isaías 50:10
Será que temos deixado Deus agir na nossa vida?
Asafe começa este salmo com uma dor profunda, mas quando se apresenta com sinceridade a Deus, a alegria vem. E ele começa a louvar a Deus. Muitas vezes Deus permite que a dor venha à nossa vida para que possamos chegar-nos a Ele e lembrar aquilo que Ele já fez. Deus quer que sejamos pessoas geradoras de fé.
Apesar de tudo o que possamos estar a passar, Deus continua a ser bom, justo e fiel. Coloquemos então diante de Deus aquilo que está a ser empecilho para que cresçamos.

2 comments:

Rubinho Pirola said...

Lara, querida amiga!

Obrigado por esse post. Foi bom ver o que a minha esposa disse. Só você mesma para fazer o que o nosso pessoal não faz com as gravações digitais dos cultos, hahahaha... Obrigado, amiga fiel. Acho que já vou recomendar esse seu blog não só pelas coisas lindas que escreve, mas também pelas anotações das pregações.
Um beijão!

Rubinho

Sarah Catarino said...

Mas não são todas as pregações...
Sarah