Thursday, September 18, 2008

Let us be doers / Sejamos praticantes

The Bible: Still Life by Vincent van Gogh
The Bible: Still Life


23For if any be a hearer of the word, and not a doer, he is like unto a man beholding his natural face in a glass:
24For he beholdeth himself, and goeth his way, and straightway forgetteth what manner of man he was.
25But whoso looketh into the perfect law of liberty, and continueth therein, he being not a forgetful hearer, but a doer of the work, this man shall be blessed in his deed.
James 1:23-25
Last Tuesday, Pastor Tito reminded us of the importance of doing what God tells us to do in His Word. We're always saying that we want to learn more, that we want to know better the Word of God (I say the same but I know I still have a lot to learn) but sometimes we already know many things. We just don't do what is written there. Let us be doers and not only hearers of the Word.
23Porque, quem se contenta com ouvir a palavra, sem a pôr em prática, assemelha-se a alguém que contempla a sua fisionomia num espelho; 24mal acaba de se contemplar, sai dali e esquece-se de como era. 25Aquele, porém, que medita com atenção a lei perfeita, a lei da liberdade, e nela persevera - não como quem a ouve e logo se esquece, mas como quem a cumpre - esse encontrará a felicidade ao pô-la em prática. Tiago 1:23-25
Na terça-feira, o nosso Pastor Tito lembrou-nos como é importante fazermos aquilo qu eDeus nos diz para fazer na Sua Palavra. Estamos sempre a dizer que queremos aprender mais, que queremos conhecer melhor a Palavra de Deus (eu digo o mesmo mas a verdade é que também ainda tenho muito para aprender) mas por vezes já sabemos bastante. Só não colocamos em prática. Sejamos então praticantes e não somente ouvintes da Palavra.

1 comment:

Daniel M.S. said...

olá,
Sou português mas pastoreio uma igreja congregacional Reformada no Brasil.
É esse exatamente o problema dos evangélicos em geral - ouvintes profissionais. É cada vez mais raro vermos pessoas sendo transformadas, moldadas pela Palavra. O que vemos cada vez mais é igrejas sendo moldadas pelos membros, vivendo um evangelho apenas intelectual, sem vida, sem gosto, sem choro, sem arrependimento, sem confissão, sem gozo, sem paixão.O que fazer? continuar pregando a Palavra com fidelidade e vivê-la integralmente. Um abraço forte.

Daniel