Wednesday, November 23, 2011

HAPPY THANKSGIVING!!!!!

As I'm not going to be here tomorrow, I'm posting this message a bit earlier!



Monday, November 21, 2011

Happy Homemaker Monday

The weather in my neck of the woods:
Sunny and not too cold.

Things that make me happy: My nephew. He is so sweet and I feel so happy for being an aunt.

Book I'm reading:
The Hope Chest: A Legacy of Love, by Rebekah Wilson.

What's on my TV today:
The news (state budget for 2012).

On the menu for dinner:
Soup.

On my To Do List:
Ironing.

New Recipe I tried or want to try soon:
Nothing new but yesterday we had raclette for lunch and I haven't had this dish for years. It is delicious!
In the craft basket:
Nothing. I'm just having some new ideas for Thanksgiving and Christmas.
Looking forward to this week:
Thanksgiving. I know we don't celebrate it in Portugal but I started celebrating it last year and I really like the idea of doing it. It is so important to be thankful in all things.

Tips and Tricks:
I never thought of using one in the kitchen but I think it's a great idea:


My favorite blog post this week:
Mari's blog

Blog Hopping (a new discovered blog you would like to share with the readers):
Nothing new.

No words needed (favorite photo or picture, yours or others you want to share):

from Rosy Inspiration, a beautiful blog

Lesson learned the past few days:
«Our momentum grows when we move together» Pr. William Prentice

On my mind:
Not much. Another headache is just coming and when that happens, I can only think about getting rid of it! lol

Devotionals, Scripture Reading, Key Verses
«Be thankful in all circumstances, for this is God's will for you who belong to Christ Jesus.» 1 Thessalonians 5:18

Join Sandra at Diary of a Stay at Home Mom

Wednesday, November 16, 2011

A neve já chegou!

Prontinha para começar a fazer o almoço e entorno uma grande parte da caixa da farinha. O resultado foi este:





Sónia, era bom para incluir no teu "Coisas que me tiram do sério". Como dizem os meus amigos brasileiros, ninguém merece!

Monday, November 14, 2011

Happy Homemaker Monday

The weather in my neck of the woods:
Rain.

Things that make me happy:  My family makes me happy. I had such a great surprise yesterday. My sister-in-law and my beautiful nephew rang our door when we were finishing lunch. We thought they were in India, where they live!!! What a wonderful surprise. I thank God for being so good to us..

Book I'm reading:
The Hope Chest: A Legacy of Love, by Rebekah Wilson.

What's on my TV today:
The TV is off!

On the menu for dinner:
I still don't know. I haven't still done my menu planning but I must do it quickly!

On my To Do List:
Studying for my biblical course,helping DD with homework and ironing.

New Recipe I tried or want to try soon:
Orange and honey cake, a recipe by Tom Norrington-Davies.
In the craft basket:
Just did this for a friend:



Looking forward to this week:
Spending time with my nephew and sister-in-law.

Tips and Tricks:
For your house to smell heavenly, just boil some orange peels with a little bit of cinnamon for a couple of minutes.

My favorite blog post this week:
You have no idea how much you have

Blog Hopping (a new discovered blog you would like to share with the readers):
Blessed Homemaking


No words needed (favorite photo or picture, yours or others you want to share):



Lesson learned the past few days:
That, although I am constantly bombarded with criticism because of the way I live my life, I don't have to feel sad or angry. I just have to turn to God, because He is my strength and only He knows what is best for me and my family..

On my mind:
So many things!

Devotionals, Scripture Reading, Key Verses
Taste and see that the LORD is good; blessed is the man who takes refuge in him. (Psalm 34:8)

Tuesday, November 08, 2011

Cheira bem....cheira a laranja e canela

Ontem o nosso jantar foi peixe grelhado, algo de que gosto muito mas que deixa sempre na casa um cheiro muito desagradável. Por mais que se abram janelas ou que se ligue o exaustor, o cheiro não passa. Costumo acender uma daquelas velas com cheiro, embora também não sejam muito eficazes. Hoje não tinha nenhuma e utilizei uma receita muito mais natural, simples e prática: fervi umas cascas de laranja com um pouco de canela e em pouco tempo o cheiro a peixe desapareceu completamente. O aroma que agora inunda a casa é simplesmente delicioso!

Não é económico, não é ecológico, mas acho que preciso disto:


Para acabar de vez com isto:


Ou então acho que também serve uma casa maior (lol)!

Monday, November 07, 2011

Happy Homemaker Monday

The weather in my neck of the woods:
Sunny and not too cold.

Things that make me happy:  Spending time with friends.

Book I'm reading:
I'm trying to read a book from a prized Portuguese author but I think I'm going to give up!

What's on my TV today:
The news. When my Granny is awake, we're always watching a news channel!

 On the menu for dinner:
Soup, spaghetti and fried chicken.

On my To Do List:
Studying for my biblical course and helping DD with homework.

New Recipe I tried or want to try soon:
Steamed clams with cream.
In the craft basket:





Looking forward to this week:
Nothing special.

Tips and Tricks:
No tips or tricks.

My favorite blog post this week:
The first's...

Blog Hopping (a new discovered blog you would like to share with the readers):
aqui pelo campo...

No words needed (favorite photo or picture, yours or others you want to share):



Lesson learned the past few days:

Can't think of anything in particular, although I'm always learning.

On my mind:
Thanksgiving

Devotionals, Scripture Reading, Key Verses:

Friday, November 04, 2011

Galochas

Não sei se há por aí mais gente com o trauma das galochas e da capa amarela para a chuva! Quando era miúda, não gostava da chuva como gosto agora. Nem pensar. Uma chuvinha molha tolos ainda se aguentava mas quando as torneiras do céu se abriam, a minha mãe ia logo buscar a capa e as galochas amarelas e era um terror. Eu preferia ter uma gripe a ir para a escola naquela figura!!! Mas agora até dá vontade de sair para a rua num dia de muita chuva. Eu já ultrapassei o trauma e comprei esta semana umas galochas! O meu modelito não está aqui mas deixo-vos com outros muito giros.








Reflexões

Para começar, devo dizer que não sou nada criativa na escolha dos meus títulos. Esta deve ser para aí a décima reflexão que faço, ou melhor, a décima mensagem a que chamo reflexões porque quanto às ditas, faço eu muitas todos os dias! Sempre tive uma dificuldade com títulos, com rótulos generalizando mais a coisa. Já na escola o meu maior prazer era escrever composições. Ou redacções como se dizia naquela altura. Com c, que por enquanto recuso-me a tirar o c. Mas vou acabar por ter de o fazer. Como tantas outras coisas a que temos que nos habituar mesmo sem gostar. Isto daria para outra mensagem mas agora não me apetece ir por aí.

Tal como muitas crianças (podem dizer a verdade pais, mesmo que não pareça bem!), preciso de me distrair com a televisão quando estou a tomar o pequeno-almoço. Eu sei que o pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia e até nem consigo passar sem ela, mas custa a entrar. É por isso que uso o truque da TV. E ajuda mesmo! Costumava ver as notícias da manhã mas como não tenho paciência para zappings, às vezes só apanhava a parte do futebol que deve ser muito importante, mas não para mim. Sou do Benfica porque sim, por tradição familiar, mas nem sei quem joga lá nem que resultados tem o clube. Acho que sei quem é o treinador, o que já não me parece nada mau!

Dizem que a conversa é como as cerejas mas passa-se o mesmo quando escrevo. Ainda não cheguei ao que realmente quero dizer! Mas vou chegar. É só mais umm bocadinho!
E então, não só por causa do futebol mas porque apanho todos os dias uma overdose de notícias com a minha avó a passar tardes inteiras a ver a Sic Notícias, resolvi escolher outra programação para os meus pequenos-almoços. E cheguei a um tal de Discovery Travel & Living. Tenho a impressão de que o canal já tem entretanto outro nome mas isso agora também não interessa nada. E dependendo da hora do pequeno-almoço, comecei a ver dois programas que muito me agradam, dado o meu gosto por cozinhar e também por comer: My Greek Kitchen e Great British Food.
Entretanto, e como o dito canal parece ser um bocadinho instável em matéria de programação, nas últimas duas manhãs não houve culinária para ninguém. Ontem vi umas noivas mas nem cheguei a perceber muito bem de que tipo de programa se tratava. E hoje vi uma coisa que me deixou boquiaberta. Umas meninas que estavam a participar num concurso chamado America's Trezured Dolls. Meninas pequenas, desde bebés até cerca dos seis anos, todas maquilhadas e penteadas como adultas, obrigadas pelas mães a desfilar e a fazer poses sensuais perante um júri e uma assistência. Vi uma menina de dois anos, que já tinha entrado em cerca de 80 concursos do género, e que naquele dia fez uma birra em pleno palco, deixando a mãe muito aborrecida.

Fiquei abismada porque desconhecia este mundo. E chocada porque não estou de acordo com semelhantes situações. Mas isto levou-me a outra reflexão. Será que tenho o direito de julgar? Haverá muitos que, tal como eu, se sentem chocados com aquelas imagens, mas haverá outros tantos, como aquelas mães, que não vêem mal algum naquilo. Interrogo-me onde está o equilíbrio nisto tudo. Não tenho uma resposta. Sei que não gosto de extremos. Mas também não sei qual é o ponto de equilíbrio.
Sempre me irritaram as pessoas que estão sempre prontas para julgar as atitudes dos outros. E se tenho sido alvo de críticas! Mas nem sequer é uma questão pessoal. Desde criança que sempre saí em defesa daqueles que eram vítimas de julgamentos, preconceitos, humilhações. Está-me no sangue. A minha mãe até dizia com alguma graça que já não tinha paciência para mim, «sempre defensora dos pobrezinhos, dos velhinhos, das criancinhas, dos animaizinhos, dos desgraçadinhos».

Não temos o direito de julgar, mas também não podemos aceitar tudo como normal, dir-me-ão muitos. E eu estou de acordo. Talvez por esse excesso de "respeito" pela liberdade do outro tenhamos chegado a esta crise de valores em que vivemos. Em que ficamos então? Sinceramente não sei.
Dir-me-ão outros que nós, cristãos, temos a obrigação de nos levantarmos contra aquilo que é contrário à Palavra de Deus. Porque nós conhecemos a verdade. Sim, estou de acordo. Mas quem não conhece a verdade, conhece outras verdades e está convencido de que tem a razão do seu lado. Porque todos queremos ter razão. E até dentro da igreja temos tantas e tantas divergências. Posso dar um exemplo muito concreto, que se passa comigo. Eu, e milhares de cristãos por esse mundo fora, encontro fundamento bíblico para cuidar da minha família a tempo inteiro e não procurar trabalho remunerado fora de casa ou para ser a favor do ensino doméstico. Mas muitas outras pessoas dentro da igreja encontram na Bíblia razões para pensarem de forma completamente oposta. E quem tem razão?

Não tenho, de facto, as respostas para tudo, mas penso que temos de fazer um esforço para sermos razoavelmente equilibrados e sensatos, sem cair em fundamentalismos. Podemos defender aquilo em que acreditamos com palavras, mas sobretudo com o nosso estilo de vida, mas sem agredirmos nem julgarmos os outros. E não queiramos fazer um trabalho que não é nosso.

«E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo.» João 16:8