Friday, March 26, 2010

Pois Deus é Amor

Esta semana comecei um trabalho de voluntariado num novo projecto com crianças e jovens provenientes de contextos sócio-económicos mais vulneráveis. A minha tarefa consiste em dar apoio escolar a estas crianças e jovens. Mas confesso que logo no primeiro dia a minha vontade foi desistir. Não me senti talhada para aquele trabalho (quanto a isso é possível que assim seja mas ainda é cedo para ter a certeza) mas sobretudo não me senti capaz de amar aquelas crianças tão difíceis e com tanta falta de disciplina e de regras. Mas pedi ajuda a Deus para lidar com tudo isto e Ele tem-me falado de amor todos os dias. «Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor.» (1 João 4:7-8).
Também esta semana vi o filme «Um sonho possível» e tenho a certeza de que foi outra forma que Deus encontrou para me falar sobre amor. Quem ainda não viu, vá ver que vale a pena.


Monday, March 22, 2010

HAPPY BIRTHDAY SIS




Happy Homemaker Monday


It's been a while since I've joined Sandra in her Happy Homemaker Monday. But here I am again:
The weather in my neck of the woods: A bit cloudy but nice and warm.
Things that make me happy: Being a homemaker makes me sooooo happy!
Book I'm reading: I'm always reading 4 or 5 at the same time. First of all, the Bible! And then, The Inheritance of Loss, by Kiran Desai; Pathway to Purpose for Women, by Katie Brazelton; A Revolução do Pensamento, Olgálvaro Bastos Júnior; Teaching Kids about God, by John Trent, Rick Osborne and Kurt Bruner; Disappointment with God: Three Questions No One Asks Aloud, by Philip Yancey.
What I'm enjoying on TV: I'm not watching TV these days.
On the menu for dinner: I still don't know.
On my To Do List: Wash bed sheets, iron, homeschooling and celebrating my dear sister's birthday.
New Recipe I tried or want to try soon: Vichyssoise
In the craft basket: Some knitting
Looking forward to this week: starting volunteering in a new social project with children
Tips and Tricks: Nothing!
My favorite blog post this week: I didn't read any blogs this week. Sorry!
No words needed (favorite photo or picture, yours or others you want to share):
Nothing to share this week.
Lesson learned the past few days:
Every morning, make a decision to love everyone as Christ does.
On my mind:
So many things! Sometimes, I think I would have to quiet my mind.
Devotionals, Scripture Reading, Key Verses:
«Do not be anxious about anything, but in everything, by prayer and petition, with thanksgiving, present your requests to God. And the peace of God, which transcends all understanding, will guard your hearts and your minds in Christ Jesus.» (Philippians 4:6-7)

Wednesday, March 17, 2010

Nós que somos fortes....

A maior parte de nós passa a vida a dizer que é fraco, que é imperfeito, que isto e mais aquilo. É verdade que ainda estamos «em obras» e longe da perfeição, é verdade que temos momentos de fraqueza, mas se temos Cristo Jesus em nós, então somos fortes e mais do que vencedores. Por isso: «Nós, que somos fortes devemos suportar as debilidades dos fracos e não agradar-nos a nós mesmos. Portanto, cada um de nós agrade ao próximo no que é bom para edificação.» (Romanos 15:1-2)

Abrir a Bíblia ao acaso pode dar este resultado!!!


Ontem à noite, a minha filha perguntou-me: «Mãe, posso ler para ti uma passagem bíblica?». «Claro que sim» - disse eu prontamente. Perguntou-me então qual seria a melhor passagem e eu respondi que todas. «Mãe, achas que Marcos é um bom capítulo para ler?». «Claro que sim, filha. É excelente!». Então, a minha filha pegou na Bíblia, abriu uma página ao acaso no evangelho de Marcos e leu rapidamente a primeira frase em que os seus olhos pousaram: «O plano para matar Jesus». Assustada, fechou rapidamente a Bíblia e disse: «Mãe, acho que não foi uma boa ideia fazer isto assim!»

Tuesday, March 16, 2010

Faça-se a Tua vontade

No Verão do ano passado, o Pastor William Prentice, da Igreja Life Church em Lincoln, aquando de uma visita ao nosso país, deu uma profecia para a minha vida: que eu seria mãe de muitos filhos espirituais. E na altura, duas queridas irmãs inglesas, que tinham vindo com o Pastor e estavam hospedadas em minha casa, ficaram radiantes e disseram-me: «Vês? Não podes ter mais filhos naturais mas alegra-te pois serás mãe de muitos filhos espirituais!» E eu pensei: «Oh, sim, fantástico, mas o que eu queria mesmo era uma equipa de futebol de filhos biológicos e/ou adoptados. Porque é que Deus não faz antes isso?»
E por mais que eu afirmasse que Deus está no controlo, que Ele sabe todas as coisas, e Lhe dissesse: «Faça-se a Tua vontade», a verdade é que, no meu íntimo, naquele lugarzinho que mais ninguém conhece a não ser o próprio Deus, eu pensava que a vontade de Deus era que eu tivesse mais filhos naturais e que isso acabaria por acontecer, mais cedo ou mais tarde.
A verdade é que durante muito tempo senti um desgosto enorme por isso não poder acontecer e sentia-me até mesmo revoltada quando via mulheres a serem mães pela 2ª, 3ª ou mais vezes e por vezes aborrecidas por isso estar a acontecer nas suas vidas, e eu, que estava disponível e cheia de amor para dar a mais crianças, não tinha mais filhos.
Mas Deus tem trabalhado isso no meu coração e eu comecei a agradecer mais a Deus pela filha maravilhosa que Ele colocou na minha vida e comecei a ser capaz de aceitar a vontade divina sem querer «ajudar» Deus nos planos que Ele tem para mim e para a minha família. E hoje, pela Sua graça, já sinto paz em relação a tudo isto e até já começo a vislumbrar um pequenino porquê para que seja assim. Já vejo Deus a usar-me para tocar noutras vidas e vejo que tal não seria possível da forma que está a acontecer se eu tivesse uma casa cheia de filhos para cuidar. E tenho na minha filha uma companheira fantástica para este caminho em que Deus me colocou.
Mas, na verdade, o mais importante não é saber o porquê. O que é importante é ter a certeza de que Ele sabe.

Thursday, March 11, 2010

Porque te demoras?

Hoje, quando estava a ler a Palavra de Deus e a meditar nela, parei nesta passagem do Livro de Actos (Capítulo 22) em que Paulo está a recordar o momento da sua conversão e lembra as palavras de Ananias, já depois de ter recuperado a visão: «E agora, porque te demoras? Levanta-te, recebe o baptismo e lava os teus pecados, invocando o nome dele.» (v. 16) E pensei em como muitas vezes, mesmo depois de vários anos passados sobre o momento da nossa conversão, estamos apenas preocupados com o nosso crescimento e com os nossos pecados que ainda são muitos. É óbvio que todos sabemos que não ficamos perfeitos no momento em que aceitamos Jesus nas nossas vidas e que há um longo caminho a percorrer. Mas porque nos demoramos tanto tempo a pensar no nosso «velho homem»? «E assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas.» (2 Coríntios 5:17). Há muito trabalho a fazer. Há muitas pessoas que ainda não conhecem Deus e que precisamos de alcançar. E para que possamos ser usados por Deus na transformação de vidas, os outros têm de ver em nós o amor de Deus, aquilo que Deus já fez em nós. Não nos demoremos e passemos à acção! E enquanto vamos deixando que Deus nos use na vida dos outros, vamos também sendo aperfeiçoados por Ele.

Monday, March 08, 2010

Sinto falta de escrever aqui mas não me tem apetecido. Tenho preguiça, falta de inspiração, sei lá. Mas como também ando com preguiça de escrever à família e amigos que estão longe, tenho de começar a escrever mais regularmente. Assim as notícias chegam a todos e eu escrevo menos! Hehehe! É a lei do menor esforço. É só uma fase, não se preocupem.

E para ajudar à preguiça, dores de cabeça diárias e agora uma valente constipação. Com dizem os meus amigos brasileiros, ninguém merece! Mas quando começo a querer lamentar-me, levanto os olhos para o Pai e agradeço as inúmeras bençãos que tenho na minha vida. E lembro-me que há quem esteja a sofrer muito, mas muito mais. Isto não nos deixa feliz, obviamente, mas é sempre bom lembrarmo-nos.

E deixando as lamentações de lado, hoje fui ao cinema ver Amar é Complicado. Tinha ouvido dizer que o filme era muito divertido mas esperava bem mais. Mas é sempre um prazer ver a Meryl Streep, a minha actriz preferida.

E ontem lá houve a cerimónia dos Óscares. Quanto a esse assunto, gostei do que escreveu a Gi. É tal e qual o que eu sinto. Só não me lembro qual foi a primeira cerimónia dos Óscares a que assisti!