Thursday, August 28, 2008

One more post about early-rising (probably not the last one)

A White-Tailed Sea Eagle Silhouetted against the Rising Sun
A White-Tailed Sea Eagle Silhouetted against the Rising Sun

I'm getting up earlier each day and this morning I got up at 5:50 am and prayed while the sun was rising. It was just wonderful! It is always wonderful to be in the presence of our dear Lord, but at that time of the day, the quietness and the beauty of the rising sun makes that moment even more special.
And I think I'm gradually getting into the habit of rising up early. At least I hope I am because it really feels good. I get more things done at the end of the day and I notice a feeling of well-being during the day, and especially during the morning, which has always been my favourite part of the day, even when I didn't wake up early.

Wednesday, August 27, 2008

E uma sugestão para estes tempos de crise (hehe!!!)

Enough For A Lifetime
Enough For A Lifetime

E já que estou numa de beijos e abraços...

Um grande beijinho para a minha querida amiga (e uma das minhas visitantes mais recentes) Susana. És uma amiga recente mas muito, muito especial. Sinto-me muito abençoada pela tua amizade e pelo facto de tu e a tua linda família fazerem parte da minha vida.
Reflections of a Friendship by Peter Ellenshaw
Reflections of a Friendship

Parabéns Carla

Happy Birthday, Kitten with Fan
Happy Birthday, Kitten with Fan


Parabéns à minha grande amiga (e agora também madrinha de casamento) Carla. Amiga, adorei falar contigo. Como sempre. Mil beijos.

Para a Carla e para a minha maninha

Sisters Show their Love in a Big Greeting Hug by Stacy Gold
Sisters Show their Love in a Big Greeting Hug


Um abraço bem apertadinho para as duas visitantes mais assíduas do meu blogue (sim, eu controlo-vos mesmo quando não escrevem nada!!!). Há outras sérias concorrentes mas o vosso lugar ninguém o tira. Beijocas para as duas.

E por falar em sono....

Acho esta oração uma delícia e nunca me esqueci dela. Tínhamos um póster ou quadro, já não me lembro bem, com esta oração. Tenho de perguntar à minha mãe se ainda o tem.
Now I Lay Me Down by Grant
Now I Lay Me Down

O sono da Catarina (ou a falta dele)

Sleeping Girl with Doll
Sleeping Girl with Doll

Não preciso de convencer ninguém disto mas a verdade é que a Catarina é uma criança que sempre dormiu pouco. Sai ao pai ou à bisavó materna, digo eu. À mãe é que não sai! Mas quando eu fazia esta afirmação, havia sempre uns narizes torcidos e uns comentários do tipo «pois, pois, mas se ela se deitasse cedo...». E eu ainda tentava explicar que, quer ela se deite cedo, quer ela se deite tarde, dorme pouco. E lá ouvia novamente «está bem, está bem, mas se ela se deitasse cedo, dormia mais».
É verdade que a Catarina se deita mais vezes tarde do que cedo porque cá em casa todos se deitam tarde (uns mais que outros), e como a casa não é grande, basta um estar acordado para que os outros tenham dificuldade em adormecer. Mas também é verdade que nas muitas outras vezes em que a Catarina se deita cedo, ela dorme pouco. E os últimos dias têm sido exemplo disso. Como a casa está mais sossegada e fazemos tudo mais cedo por causa das duas meninas que cá temos este mês (até almoçamos às 11:30!!!), e ainda devido à dieta televisiva que estamos a fazer (escreverei sobre isso noutra altura), a Catarina tem adormecido pelas oito e meia, nove horas da noite. E eu apenas ligeiramente mais tarde. Acho fantástico vê-la a dormir tão cedo. O que eu não acho tão fantástico é vê-la levantar-se às cinco, cinco e meia, toda fresca e constantemente a interromper o meu precioso sono com «Mãe, acorda, vamos ver o sol a nascer», «Mãe, vamos ouvir música», «Mãe, já dei comida aos peixes», «Mãe, está um dia lindo» (mas qual dia se o sol ainda nem nasceu?).
Para aqueles que continuam a não acreditar em mim, faço um pequeno convite: venham passar uma destas noites cá a casa. Só ponho uma condição: que sejam vocês a ser acordados pela minha filha e que me deixem desfrutar do meu sono. Pelo menos até o sol nascer!

Sunday, August 24, 2008

Saturday, August 23, 2008

Nim's island / A ilha de Nim

Dh won 4 tickets and we watched this film today. We loved it. Good actors, a wonderful scenery, a lot of adventure and some humor. And no violence. I've heard people say that it is not a great film but we had a great time.
O meu marido ganhou quatro bilhetes e fomos ver este filme hoje. Gostámos muito. Bons actores, uma paisagem maravilhosa, muita aventura e algum humor. E nada de violência. Já ouvi dizer que não é um grande filme mas nós divertimo-nos bastante.


«Nim's Island tells the story of a young girl named Nim (Abigail Breslin). She lives on a beautiful uncharted island with her father Jack Rusoe (Gerard Butler), a research scientist studying microscopic marine organisms. She spends her days having wild adventures in the woods along with her animal friends, Fred the lizard, Galileo the pelican, and Selki the seal, and her wild imagination. Nim has a huge passion for books, especially the Alex Rover books. Jack is about to take Nim on a two day research trip looking for protozoa, but Nim begs to be left behind so she can help the hatching baby sea turtles. Jack reluctantly leaves Nim behind and sails out to sea. While he is away, Alexandra Rover (Jodie Foster) the author of the Rover books emails Jack to get his knowledge about volcanoes for her next book. Nim replies thinking he is the great adventurer Alex Rover. Everything goes well until a huge storm hits the island and Jack becomes lost at sea. Nim sends a letter to her literary hero pleading for help. Little does Nim know, that Alex Rover is a woman (Jodie Foster). Alexandra is agoraphobic and never leaves the house. She rarely even opens her front door. Alex also has a wild immagination, whereas her fictional character Alex Rover (also Gerard Butler) talks to her, mocks her, and gives her pep talks. When they find Nim's Letter, fictional Alex badgers Alexandra until he finally convinces her to leave the confines of her townhouse to go and help Nim. After a long and terrifying journey, both of the Alex's make it to Nim's Island and try to help. Will they find Nim's father? Find out by going to see Nim's Island.» - Written by Joy Pearson
«Uma jovem menina habita uma ilha isolada com o seu pai cientista e comunica com um autor solitário sobre o romance que lê. É uma existência que espelha a sua personagem literária favorita, Alex Rover, o maior aventureiro do mundo. Mas Alexandra, a autora dos livros Rover, tem uma vida solitária na grande cidade. Quando o pai de Nim desaparece da sua ilha, um golpe de destino junta-a com Alexandra. Agora devem encontrar a força e coragem do seu imaginário herói, para conquistar a Ilha de Nim.» - por Diogo de Vasconcellos e Sá

Friday, August 22, 2008

Being home

When Are You Coming Home by Lois Virginia Babb
When Are You Coming Home


I thank God everyday for this but this morning I felt the need to tell you, dear friends, that I feel so greatly blessed to be able to be at home, caring for my family and home and being available to help those who are in need. I also feel very blessed to be able to homeschool my daughter. I'm so happy to be at home. Thank you dear God.
Todos os dias agradeço a Deus mas esta manhã senti necessidade de vos dizer, queridos amigos, que me sinto tremendamente abençoada por poder estar em casa, a cuidar da minha família e do meu lar, e por poder estar disponível para ajudar aqueles que precisam.Também me sinto muito abençoada por poder ensinar a minha filha em casa. Sinto-me muito feliz por estar em casa. Obrigada, meu querido Deus.

Thursday, August 21, 2008

Granny's birthday

Here are some photos. My Mom took more but I only have these because my camera ran out of battery.







Tuesday, August 19, 2008

Israel and Jordan / Israel e Jordânia

My Mom took over 500 photos but I will only post a few of them. I've never been there but I loved the photos.
A minha mãe tirou mais de 500 fotos mas vou aqui colocar apenas algumas. Nunca estive nestes países mas adorei as fotos.






Monday, August 18, 2008

Our long weekend / O nosso fim-de-semana prolongado





We spent three days with my DH's parents in the centre of Portugal, where they live. We had a good time there though it rained on Saturday. We took one of our daughter's friends with us and they had great fun together. It is good to be there because the air we breathe is unpolluted, it is very quiet and Catarina can play outside for most of the time.
Although I had the time and the quietness to read a lot (which is something I just love doing), sometimes I do get bored there. I'm not quite sure but I think it is because I don't live there and it is not «my space», where I'm surrounded by the things I love. But sometimes I think it also has to do with contentment, something I struggle with. Lately, I've been thinking a lot about contentment and one of these days I'll write a post about contentment.
Passámos três dias com os meus sogros no centro do país. Foi um tempo bom embora tivesse chovido no Sábado. Levámos connosco uma das amigas da nossa filha e elas divertiram-se muito juntas. É bom ir até lá pois o ar que respiramos não é poluído, há mais sossego e a Catarina pode brincar fora de casa durante a maior parte do tempo.
Embora eu tenha tido o tempo e a tranquilidade necessárias para ler bastante (algo que eu gosto muito de fazer), às vezes aborreço-me ali. Não sei bem porquê mas talvez seja pelo facto de eu não vive ali, de não ser aquele o «meu espaço» e de eu não estar rodeada das coisas de que gosto. Mas outras vezes penso que talvez tenha a ver com contentamento, uma área que eu ainda estou a trabalhar na minha vida. Ultimamente tenho pensado muito acerca de contentamento e brevemente escreverei algo sobre o assunto.

Wednesday, August 13, 2008

How to become an early-riser / Como passar a ser um madrugador

Sun Rising Over Ocean
Sun Rising Over Ocean


If you are not an early riser and came here looking for answer, forget it. I still haven´t found the answer but I'm trying to find it. Maybe someone can help me.
I'm not the kind of person who likes to sleep until noon but I've always had a problem with waking up early, even if I go to bed early. Anything before 9am is difficult for me. At this moment of my life, I'm trying to wake up everyday at 8am because I rarely go to bed before midnight. There was a time in my life where I had to wake up everyday at 6am. At that time, I was going to bed early in order to sleep 8/9 hours. But even so, whe the alarm went off every morning, it was always so painful!!!
Some people say you have to develop the habit of arising early. I can develop the habit if I need to but that doesn't make it easier to wake up early. From what I've seen, read and experienced, I'm not sure whether you can become a natural early riser. I recognize the benefits of getting up early and the first one is that you have a lot of extra time and you can turn your day more productive. And I also notice a feeling of well-being during the day when I ge up early.
This week and the week before I got up everyday at 7am and, although it was always difficult, I felt good because I had a lot more things done at the end of the day.
I realize that in order to get out of bed as soon as the alarm goes off, it takes a good dose of self-discipline, which is something I'm still trying to develop. But even with self-discipline, I still can't see myself getting out of bed at 4/5am, as many people do.
Se não é madrugador e veio aqui à procura de uma resposta, esqueça! Eu ainda não encontrei a resposta mas estou a tentar. Talvez alguém me possa ajudar.
Não sou o tipo de pessoa que gosta de ficar na cama até ao meio-dia mas sempre tive dificuldade em levantar-me cedo, mesmo quando me deito cedo. Antes das 9 da manhã, tenho sempre dificuldade em levantar-me. Nesta altura da minha vida, estou a tentar levantar-me todos os dias às 8 porque raramente vou para a cama antes da meia-noite. Houve uma altura da minha vida em que tinha de me levantar diariamente às 6. Nessa altura, eu deitava-me cedo para poder dormir 8 a 9 horas por noite. Mas mesmo assim, quando o despertador tocava, era muito difícil sair da cama.
Há quem diga que é preciso desenvolver o hábito de nos levantarmos cedo. Na verdade, eu até posso desenvolver o hábito se isso for necessário mas isso não faz com que seja mais fácil sair da cama cedo.
Por aquilo que tenho visto, lido e vivido, não tenho a certeza se será possível tornarmo-nos madrugadores. Reconheço as vantagens de nos levantarmos cedo e a primeira de todas elas é o facto de ficarmos com mais tempo disponível e podermos tornar os nossos dias mais produtivos. E também experimento uma sensação de bem-estar durante o dia quando me levanto cedo.
Esta semana e a semana passada levantei-me todos os dias às 7. Embora tenha sido sempre difícil, senti-me bem porque consegui fazer muito mais coisas.
Percebo que, para sairmos da cama assim que o despertador toca, é necessária uma boa dose de disciplina, algo que eu ainda estou a tentar desenvolver em mim. Mas mesmo com disciplina, ainda não me consigo ver-me a levantar às 4 ou às 5 da manhã, como muita gente faz.

Outra vez as coincidências

Acho sempre imensa graça às chamadas coincidências que eu acho que, na maior parte dos casos, são miminhos de Deus para nós. Nestes últimos dias recebi dois destes mimos. Um deles foi ter descoberto um ainda primo, que nem me lembro de alguma vez ter visto, através da Internet. Aderi ao Hi5 por insistência de alguns amigos mas nunca aceito pedidos de amizade de pessoas que não conheço. Desta vez resolvi aceitar porque o nome me pareceu familiar. E numa troca de mensagens, descobrimos que afinal ainda somos primos e que ele é sobrinho do meu padrinho.
O outro mimo aconteceu anteontem, andavámos nós a passear no Loureshopping quando recebo um telefonema da minha querida amiga E. a saber de mim pois já não falávamos há algum tempo. Lá contámos as novidades uma à outra e planeámos encontrarmo-nos lá para Setembro. Despedimo-nos e passados alguns minutos, encontrámo-nos!!! Afinal andávamos as duas a passear no mesmo sítio mas nunca referimos isso na nossa conversa.
Mudando de assunto, a minha Mamã regressou ontem de Israel. Vinha muito feliz e cheia de novidades para contar, novidades que eu mal consegui ouvir, não só pelo adiantado da hora, mas também pela terrível dor de cabeça que eu tinha.
E a minha princesa hoje foi até à praia com a minha querida S. Estou tão habituada a estar sempre com ela que sinto a falta dela. Mas eu fiquei de baby-sitter e sei que ela está feliz. E isso é o mais importante.

Friday, August 08, 2008

Have a wonderful weekend / Um excelente fim-de-semana

Finestra Sul Golfo by Andrea Del Missier
Finestra Sul Golfo


I'm not having much time to post this week but I want to wish you all a wonderful weekend.
Esta semana não tenho tido muito tempo para escrever mas quero desejar a todos um excelente fim-de-semana.

Tuesday, August 05, 2008

Israel

Dome of the Rock in City, from Mount of Olives, Jerusalem, Israel by Lee Foster
Dome of the Rock in City, from Mount of Olives, Jerusalem, Israel


My Mom is visiting Israel and I hope she has a wonderful time there. I will post photos when she comes back.

Where are we placing our trust? / Onde estamos a colocar a nossa confiança?

Words to Live By: Believe by Debbie DeWitt
Words to Live By: Believe

Last Sunday, Pastor Tito asked us if we are placing our trust in God and in His Word, or if we are placing our trust in the wrong things. Despite everything we already know, there are people who even preach the Word of God without placing their expectations in it. These people create a negative image, even of themselves. They say life has no interest, nothing is good enough for them and gradually they walk towards isolation and emptiness. Critics and frustration become part of their lives. Since they don’t want others to suffer, which is something impossible, they carry the burden alone.
When we find ourselves in this situation, we fail to recognize the power of faith and the power of the Word of God.
Matthew 17: 20 «I tell you the truth. If you have faith as small as a mustard seed, you can say to this mountain, ‘Move from here to there’ and it will move. Nothing will be impossible for you».
The Word of God is not a good story, it is God revealing Himself to us, it is spirit and life. Jesus said «My prayer is not that you take them out of the world, even as I am not of it. Sanctify them by the truth; your word is truth» (John 17:15-17).
A successful life is not a life without grief, without struggles, without tears. To be successful is to get to the end. «The end of a matter is better than its beginning» (Ecclesiastes 7:8).
2 Samuel 9 – This passage of the Bible shows us the grace of God. God wants to use this love in our lives but we often forget that there is nothing else that can be done. He has already done everything for us. And this love wants to be part of our lives, despite of the circumstances we find ourselves in. In Mephibosheth’s life, the most important thing was who he was and not the fact that he was crippled in both feet. He was the son of Jonathan, and friend of King David. When we accept Jesus as our Lord and Saviour, we become God’s children, regardless of the circumstances of our lives.
Paul said «You were taught, with regard to your former way of life, to put off your old self, which is being corrupted by its deceitful desires; to be made new in the attitude of your minds; and to put on the new self, created to be like God in true righteousness and holiness» (Ephesians 4:22-23). Even hearing the Word of God, we often forget who we really are. We must let God reveal us His will. «Therefore, if anyone is in Christ, he is a new creation; the old has gone, the new has come» (2 Corinthians 5:17).
We cannot let the enemy place in our hearts feelings of inferiority. It is not enough to know Christ, we have to be in Christ, and this is possible through the Holy Spirit.
In Romans 8: 12-17, we can see that we are heirs of God. The inheritance of God is His love and He loves us all in the same way. But we have different gifts. And we are co-heirs with Christ. We have received the same share He has received and we can live as He has lived. That is why our expectations must be in Christ and not in things that fail. Our focus must be in Christ. And there is only one thing that impedes us of receiving what God has for us: a distorted image of who we are.
A lot more was said but, as a conclusion, Pastor Tito also reminded us that it is a privilege to know God through His Word.

No Domingo, o Pastor Tito perguntou-nos se estamos a colocar a nossa confiança em Deus e na Sua palavra, ou se estamos a colocar a nossa confiança nos lugares errados. Apesar de tudo o que já sabemos, há pessoas a pregar a Palavra de Deus sem expectativa nela. Estas pessoas criam uma imagem negativa, até mesmo delas próprias. Dizem que a vida não tem interesse, nada as satisfaz e pouco a pouco caminham para oisolamento e para o vazio. A crítica e a frustração passam a fazer parte das suas vidas. Não querendo que os outros sofram, o que é impossível, carregam o fardo sozinhas.
Quando nos encontramos nesta situação, desvalorizamos o poder da fé e o poder da Palavra de Deus.
Mateus 17: 20 «Pois em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível».
A Palavra de Deus não é uma história bem contada, é Deus a revelar-se ao Homem, é espírito e vida. Jesus disse «Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal. Eles não são do mundo, como também eu não sou. Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade» (João 17:15-17).
Uma vida bem sucedida não é uma vida sem dor, sem lutas, sem lágrimas. Uma vid abem sucedida consegue-se chegando ao fim. «Melhor é o fim das coisas do que o seu princípio» (Ecclesiastes 7:8).
2 Samuel 9 – Esta passagem da Bíblia fala-nos sobre a graça de Deus. Deus quer usar este amor nas nossas vidas mas muitas vezes nós esquecemo-nos que já não há mais nada que possa ser feito. Ele já fez tudoo que havia a fazer por nós. E este amor uer fazer parte das nossas vidas, independentemente das circunstâncias em que nos encontremos. Na vida de Mefibosete, o que era determinante era quem ele era, e não o facto de ser coxo de ambos os pés. Ele era o filho de Jónatas, amigo do rei David. Quando aceitamos Jesus como nosso Senhor e Salvador, tornamo-nos filhos de Deus, independentemente das circunstâncias da nossa vida.
Paulo disse «Quanto ao trato passado, que vos despojeis do velho homem, que se corrompe segundo as concupiscências do engano, e vos renoveis no espírito do vosso entendimento, e vos revistais do novo homem, criado segundo Deus, em justiça e rectidão procedentes da verdade» (Efésios 4:22-23). Mesmo ouvindo a Palavra de Deus, esquecemo-nos muitas vezes de quem realmente somos. Devemos deixar que Deus nos revele a Sua vontade. «E assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas» (2 Coríntios 5:17).
Não podemos deixar que o inimigo coloque em nós sentimentos de inferioridade. Não basta conhecer Cristo, é preciso estar em Cristo. E isto é possível por intermédio do Espírito Santo.
Em Romanos 8: 12-17, vemos que somos herdeiros de Deus. A herança de Deus é o Se amor e Ele ama-nos a todos de igual forma. Mas temos dons diferentes. E somos co-herdeiros com Cristo. Recebemos a mesma porção que Cristo recebeu e também podemos viver aquilo que Jesus vivia. É por isso que as nossas expectativas devem estar em Cristo e não nas coisas que falham. O nosso foco tem de ser Cristo. E só uma coisa nos impede de receber o que Deus tem para nós: uma imagem distorcida de quem nós somos.
Muito mais foi dito mas, como conclusão, o Pastor Tito lembrou-nos que é um privilégio conhecermos Deus através da Sua Palavra.

Monday, August 04, 2008

Happy but tired / Feliz mas cansada

Today I'm feeling really tired. It is very hot and I don't like hot weather and since last Friday, I'm keeping two little girls, aged two and four. I'm with three girls now and I'm still trying to figure out how our days will go. But this afternoon I had five children with me playing outside. For a mom of just one girl, that is something!!!
Hoje sinto-me muito cansada. Está muito calor e eu não gosto do calor. E desde sexta-feira estou a tomar conta de duas meninas, com dois e quatro anos. Mas esta tarde levei cinco crianças ao parque. Para mim, que apenas tenho uma filha, não é brincadeira!!!