Thursday, May 29, 2008

Ser feliz

Leio muita coisa interessante que me apetece partilhar com os outros e hoje escolhi este texto, de um blogue que eu costumo visitar há muito tempo. Resolvi traduzi-lo (um pouco a correr por isso desculpem qualquer coisinha) pois nem todos sabem Inglês. Aqui vai:
Como é que eu consigo estar sempre tão feliz?
As pessoas perguntam-me isto muitas vezes: Como é que eu consigo fazerdiariamente tarefas tão repetitivas, como limpezas, mudar e lavar fraldas, preparar refeições, educar os filhos, etc., e ainda assim estar sempre feliz e alegre?
A resposta poderá chocar-vos por ser tão simples. Já repararam que as respostas para as questões mais profundas são normalmente muito simples? A questão mais importante de todas - Como podemos ir para o Céu quando morrermos? - tem por exemplo uma resposta muito simples: Reconhecermos que somos pecadores (até mesmo um mau pensamento é pecado), arrependermo-nos e aceitarmos a dádiva de Jesus Cristo (Deus feito homem) que morreu na cruz para remissão dos nossos pecados. Quando aceitamos essa dádiva, somos salvos e recebemos a promessa da vida eterna no Céu. Muito simples!
Então, como consigo eu viver os meus dias sempre com um sorriso? Simples! Eu decido fazê-lo. Pensem nisso. Quem controla a forma como eu me sinto dia após dia? Será que devo permitir que o controlo da minha felicidade seja exercido por outras pessoas, por situações que eu não posso controlar ou pelos caprichos egoístas da carne?
Pensem nisto: Porque será que um dos frutos do Espírito, em Gálatas, capítulo 5, é a ALEGRIA? Porque, quando realmente colocamos os nossos olhos em Jesus, e caminhamos verdadeiramente no Espírito, é impossível não termos alegria.
Se tu não tens alegria, a culpa é TUA. Vivemos numa cultura da culpa. (Foi a arma que matou e não a pessoa que a estava a usar. Eu estava numa fase psicologicamente má porque o meu marido me deixou. Se eu não tivesse tido uma infância tão complicada, eu não teria feito isto. Se nós tivéssemos mais dinheiro... Somos tão pobres. Estou cansado.
Estou tão cansado?
Eu também me canso. Todos os dias. E sempre que isso acontece, se ainda tenho trabalho para fazer, digo a mim própria: levanta-te e faz. Vais sentir-te melhor quando tiveres as coisas feitas. E é verdade!
A energia gera energia. Permanecermos sentadas numa cadeira e dizer «estou tão cansada» não vai fazer com que as coisas apareçam feitas. Mas se nos levantarmos e nos obrigarmos a concluir a tarefa que temos em mãos pode fazer uma grande diferença. A sensação de cumprimento de uma tarefa dá-nos um impulso súbito de energia e de realização. Vocês sabem do que eu estou a falar.
«Estou cansado» é uma entre muitas desculpas. Tal como diz o anúncio da Nike: «Just do it» (Faz). E como diz o poema anónimo - faz a próxima coisa.
(...)
Ser Feliz e Desfrutar do Papel de Esposa e Mãe
És TU quem controla a forma como te sentes. Não são as situações ou as outras pessoas. És TU quem decide se és ou não feliz. Assume o controlo e SÊ feliz. Diverte-te a mudar as fraldas. Claro que cheiram mal mas tens a oportunidade de fazer cócegas numa barriguinha deliciosa. Diverte-te a lavar a casa de banho pois vais gostar de vê-la limpa e não te preocuparás quando o teu filho puser a mão na sanita.
Não tenhas uma mentalidade de mártir. «Oh, nunca terei tempo para decansar. Estou a trabalhar desde que me levanto até que me deito. Será que ninguém dá valor ao trabalho que eu faço?» Uma sugestão: É difícil que alguém te dê valor e te respeite quando te estás sempre a queixar. Vê o que a Bíblia diz sobre a «mulher contenciosa».
Faz as tuas tarefas como se as estivesses a fazer para Deus. E lembra-te daqueles para quem as estás a fazer. Estás a cuidar da tua família! Trata os outros como gostarias que te tratassem a ti. Mas nós não fazemos isto para que os outros nos tratem da forma como queremos. Não. Fazemo-lo para abençoar a vida dos outros, porque os amamos. Mesmo que não recebamos nenhum agradecimento, estamos a abençoar a vida das outra pessoas e DEUS recompensar-nos-á.
Eu sou muito abençoada pois tenho um marido e filhos muito gratos, mas sei que não acontece o mesmo com todas as mulheres. Talvez isso seja uma cruz que elas têm de carregar. Há sempre lições a aprender nas situações difíceis da vida. Molda o teu carácter, e segue em frente, com as lições que aprendeste.
Põe um sorriso nos lábios e desfruta com ALEGRIA da missão que Deus te deu. Quando vivemos cumprindo a missão que nos foi confiada e com os olhos postos em Jesus, temos seguramente alegria no Espírito.
Qual é então o segredo para se ser feliz, mesmo no meio da monotonia? A resposta é simples: nós ESCOLHEMOS ser felizes e desfrutar das bençãos que o nosso bom Deus nos concedeu.

Aceitem este desafio

Sugestões para reportagem

Milhão e meio de portugueses elegem diariamente o Telejornal da RTP.E porque o fazemos para vós, quero lançar-vos um desafio: proponho que usem o meu blogue para deixarem as vossas sugestões de reportagem, ideias, relatos de casos de sucesso, denúncias, curiosidades e outros assuntos que possam merecer o interesse jornalístico.Peço-vos, no entanto, que escrevam de forma sucinta e que façam acompanhar os vossos textos de um contacto telefónico ou de um endereço electrónico.Desta forma, o Telejornal passará a ter um pouco mais de todos. Vocês serão os nossos “olheiros”.Se entenderem fazer eco deste desafio nos vossos blogues e fóruns de discussão, tanto melhor.Obrigado a todos.Luís CastroCoordenador do Telejornal da RTP E-mail: cheiroapolvora@sapo.pt

Tuesday, May 27, 2008

100 coisas sobre mim

Fizeram-me este desafio engraçado e aqui vai o que me veio à ideia. Haveria muito mais mas eram só 100! E a ordem é aleatória. Desafio-vos a fazer o mesmo. Eu diverti-me bastante.

1- Jesus é o Senhor da minha vida e meu Salvador. Estou apaixonada por Ele.
2- Realizei um dos maiores sonhos da minha vida e que pensava já não fosse realizar: casei-me. E amo o meu marido.
3- Amo muito a minha princesa.
4- Amo a família e os amigos. São muito importantes para mim.
5- Invejo aqueles que dizem que não se arrependem de nada do que fizeram na vida. Mas não acredito neles.
6- Já me arrependi de muita coisa que fiz e de muita coisa que não fiz.
7- Adoro comer, o que nos últimos anos se tornou um problema.
8- Sou capaz de passar uma tarde inteira a comer caracóis.
9- Adoro cantar.
10- Em pequenina, queria ser professora e cantora.
11- Tive muitos complexos por ser alta mas agora gosto muito de ser assim.
12- Tenho a mania das listas.
13- Tinha pânico de computadores e agora não passo sem eles.
14- Tenho carta mas não conduzo.
15- Adoro ler biografias mas nunca as leio.
16- Não gosto de me levantar cedo mas fico feliz quando o faço.
17- Não gosto de fazer exercício físico. Mas faço. Que remédio.
18- Na escola, só tive negativas a Educação Física e a Educação Visual. Também sou uma nulidade no desenho.
19- Adoro planear, organizar, arrumar.
20- Adoro escrever.
21- Gostava de escrever um livro mas acho que não sou capaz.
22- Gostava de ter um gato mas não acho boa ideia.
23- Não gostava de ter um cão.
24- Já fui extremamente tímida mas estou muito melhor.
25- Embirrava com os SMS mas agora estou viciada neles.
26- Tenho um irmão e uma irmã mais novos do que eu.
27- Adorava ter muitos filhos mas não sei se dava conta do recado.
28- Gosto de telenovelas.
29- Choro por tudo e por nada.
30- Tinha pânico de falar ao telefone e agora falo demais.
31- Gosto do Tony Carreira.
32- Já fui super fã do Ayrton Senna e coleccionava tudo sobre ele.
33- Adoro tarefas domésticas.
34- Adoro escrever e receber cartas.
35- Estou sempre a rir mas quando não estou, irrita-me que me perguntem se estou triste.
36- Tenho uma grande paixão por Inglaterra.
37- Adoro rosas, cor-de-rosa, laços, rendas e afins.
38- Sou alérgica a livros de instruções.
39- Adoro ler.
40- Adoro revistas e se pudesse comprava muitas todas as semanas.
41- Gosto de nevoeiro. Porque não conduzo.
42- Adoro viajar.
43- Sou apaixonada por pintores impressionistas.
44- Gostava de ter mais cabelo.
45-Fico doente quando saio de casa sem óculos escuros.
46-Adorava ter um chalé nos Alpes Suiços.
47- Adoro alturas e precipícios. Mas não tenho vontade de me atirar.
48-Tenho horror a todo o tipo de insectos.
49-E a répteis.
50-A Coca-Cola é a minha bebida preferida. É pena fazer tão mal.
51-Alimento a secreta esperança de um dia vir a conduzir mas não faço nada por isso.
52-Gosto muito de ir à Igreja.
53-Não passo sem agenda.
54-Sou anti-feminista. Mas não contra os direitos das mulheres. Já tentei ser feminista, mulher moderna e essas coisas todas mas não consegui.
55-Tenho uma fixação por Tavira e nunca soube bem porquê.
56-Gosto muito de praia mas às vezes tenho preguiça de ir.
57-Digo sempre que não gosto de piscina mas não é verdade. O que eu queria era ter uma piscina só para mim.
58-Sou muito medrosa. Mas estou melhor.
59-Adoro dançar mas tenho vergonha.
60-Sou muito indecisa.
61-Custa-me muito dizer que não.
62-Gosto que gostem de mim.
63-Sou simpática e gosto de pessoas simpáticas. Mas também tenho bons amigos antipáticos.
64-Não jogo no Euromilhões mas gostava que me saísse.
65-Gosto de cinema.
66-Sou viciada em «decluttering» e tenho pena que não sejam todos como eu cá em casa.
67-Gosto de cozinhar.
68-Adoro ter visitas em casa.
69-Tenho pavor de agulhas mas quando a minha mãe foi operada ao joelho, quem lhe deu as injecções? Eu!
70-Adoro sopa. Qualquer uma, desde que seja quente.
71-Adoro morangos com açúcar.
72-Adoro natas e tudo o que leva natas.
73-Sou muito gulosa. Já deu para perceber, não é?
74-Tenho um «Home Management Binder» desde que descobri que há mais malucas como eu.
75-Tenho a mania de gostar de tudo o que é diferente.
76-Sou militante do PSD há vários anos mas não percebo nada de política.
77-Já fui ao Brasil, Nepal, Índia, Tailândia e outros, mas ainda não fui ao norte da Europa. E gostava de ir.
78-Quero ir um dia a Moçambique, mas só porque é a minha terra.
79-Faço Ensino Doméstico.
80-Já não tenho muita paciência quando me perguntam pela socialização.
81-Gostava de ter um negócio mas não sei bem de quê.
82-Não consigo entender como é que alguém pode gostar de Playstation e de jogos de computador.
83-Tenho uma enorme dificuldade em fazer contas de cabeça mas estou melhor desde que ensino a minha filha.
84-Não suporto o calor.
85-O ar condicionado foi uma das melhores compras da minha vida.
86-Actualmente, o meu livro preferido é a Bíblia. Quero lê-la de ponta a ponta mas ainda não consegui.
87-Adoro fazer pesquisas na Internet e espreitar os blogues das pessoas que conheço. E também das que não conheço.
88-Adorava saber costurar, bordar, fazer croché e tricot, mas não tenho jeito nenhum. Nem me esforço para ter.
89-Adoro receber flores.
90-Tenho a mania de dizer adoro.
91-Sou preguiçosa mas não gosto de admitir.
92-Sou alérgica a maquilhagem e tenho pena.
93-Já fui entrevistada na TV por três vezes. Quem disse que sou tímida?
94-Sou fascinada por verde. O das paisagens. Do Sporting nem pensar.
95-Adoro neve mas quando ela derrete é uma chatice.
96-Sou do Benfica por tradição familiar mas nem sei em que lugar ele está.
97-Sempre sonhei entrar nas Marchas Populares de Lisboa e o sonho concretizou-se em 2006. Fui marchante pelo Lumiar.
98-Orgulho-me de já ter traduzido alguns livros e tenho pena de não traduzir mais mas não me apetece voltar às traduções.
99-Sei inglês, francês, espanhol e alguma coisa de italiano. Mas não gosto de falar. Só de escrever e ler.
100-Não gostava de mim mas agora gosto muito.

Viva a Selecção Portuguesa!!!


Vamos lá então apoiar a Selecção. Este ano não estou muito virada para vivas à selecção e bandeiras na janela. Não sei se o desinteresse é pelo futebol ou se pelo país. O país não está grande coisa mas eu continuo a gostar muito dele. Deve ser pelo futebol. Exceptuando aquela fase crítica dos 18, 19 anos, em que até lia A Bola, o meu interesse pelo futebol é quase nulo. Quando o J. e o T. vão ao estádio ver o Benfica, chegam a casa e ficam sempre desconsolados porque eu nem pergunto quem ganhou.

Mas enfim, pode ser que quando começarem os jogos, me entusiasme com o entusiasmo dos outros. Mas tem de haver caracóis a acompanhar!

E por falar em futebol, no próximo ano o J. vai ser massagista de uma equipa de futebol feminina. Para a coisa ficar equilibrada, talvez eu comece a ir aos jogos do Benfica. Este ano o treinador não está nada mal! O nome é que não ajuda.

Ser ou não ser, eis a questão!

Outro dia, conversando com uma amiga, ela disse-me que eu era uma perfeccionista. Fiquei estupefacta e pensei que devia estar baralhada, convencida de que estava a falar com outra pessoa qualquer. Ou então sou boa actriz, pensei eu. Passo por perfeccionista quando sou completamente o oposto. Mas a minha amiga explicou o porquê de tal afirmação. Fiquei a pensar naquilo! O dicionário diz-nos que perfeccionista é a pessoa que procura realizar na perfeição uma obra ou tarefa. Exceptuando as traduções (onde realmente sou assim), para me poder encaixar em tal definição, eu faria uma pequena alteração: «pessoa que procura ou planeia realizar na perfeição uma obra ou tarefa». Assim já posso ser perfeccionista. Eu planeio tudo com tal desejo de perfeição que depois não executo pois sei que nunca vou conseguir fazer nada perfeito! Estou a exagerar um bocadinho. Mas só um bocadinho!
Mas perfeito, só o nosso Deus, embora Ele deseje que nós alcancemos a perfeição:
«Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste.» Mateus 5:48

Chuva

Continua a chuva e já estamos todos cansados dela. Apesar de saber que a nossa disposição não deve andar ao sabor da meteorologia, e apesar de eu ser uma apaixonada por este clima quase britânico, que tantas saudades me traz de Inglaterra, até eu já anseio pelo calor. Um dia destes chega o calor com toda a sua força e nós apressamo-nos a pedir novamente a chuva e o tempo fresco. Nunca estamos satisfeitos!

Monday, May 26, 2008

O meu maninho

Vejam a entrevista dada pelo meu mano e que está no site da ONU:

http//www.un.org/works/sub3.asp?lang=en&id=44

Escola Dominical

Eu tinha a teoria (a teoria não é minha mas eu pedi-a emprestada e assinei por baixo) de que a Escola Dominical não era fundamental desde que esse ensino fosse feito em casa pelos pais. Uma teoria que, por sinal, até me era bastante conveniente pois, quando comecei a ir à Igreja, a minha filha queria sempre ficar comigo e até nem se portava nada mal. Mas agora que ela vai à Escola Dominical, reconheço que têm feito um trabalho bem melhor do que o meu, talvez porque eu própria ainda estou a aprender, ou por outra razão qualquer, não sei. Mas a minha filha tem aprendido muito e é muito bom vê-la crescer. Uma das minhas partes preferidas do dia é a altura das orações que fazemos antes de dormir e eu fico impressionada com as orações dela. Parece-me bem que eu é que tenho de aprender com a C. a orar.

Sunday, May 25, 2008

Estou de volta à blogosfera!

Hoje, depois de descobrir e ler os blogues de dois queridíssimos irmãos da nossa Igreja, apeteceu-me voltar a escrever no meu blogue que, apesar de nunca ter tido grande movimento, tem um antes e um depois de Cristo. Não é difícil adivinharem qual é a «época» em que me encontro agora. Até mesmo por isso, mudei o nome ao blogue. E quando pensei num novo nome, vieram-me logo à ideia estas palavras de Paulo. Mas como ainda sou principiante no conhecimento da Palavra de Deus, não sabia onde encontrar tal passagem. Mas Deus mostrou-me onde ela estava. Abri a Bíblia e dei logo com os olhos nesta passagem que, para mim, tem muito significado. Sei que sou ainda muito imperfeita, às vezes não sei muito bem o que quero da vida, mas agora sei qual é o meu alvo e quero caminhar na Sua direcção. Como diria o Pr. Alberto, estou em obras, mas quero trabalhar sempre nesta obra e sei que ela um dia estará concluída.